Reservar aula

Consulte os horários e escolha o dia / hora da sua preferência. O Yoga Lab está fechado nos feriados. Dúvidas? Contacte-nos

Saber mais

Horários

Práticas de Yoga seguras que potenciam o desenvolvimento de capacidades individuais e oferecem bem-estar físico, mental, energético e espiritual. Modalidades

Saber mais

Yoga

A prática regular de yoga permite o desenvolvimento de capacidades físicas e mentais que têm consequências no estado geral de

Saber mais

Equipa Yoga Lab

Formada por instrutores de yoga experientes, com muitos anos de prática pessoal e formações na área do Yoga reconhecidas e certificadas a...

Lisboa

Formação Yoga

Mais informações Mais informações

Onde estamos? Mapa e contactos

Visite-nos na Rua Mouzinho da Silveira, nº 27, 3ºB - junto ao Marquês de Pombal, o eixo mais central da cidade de...

Próximos eventos

Para além das aulas regulares, reserve na sua agenda espaço para as seguintes atividades: 2º semestre 2019  O Yoga deve ser conhecido...

Fechar os Olhos e Ver

Os sentidos são os instrumentos que usamos para interagir com o que nos cerca, a que chamamos realidade. Assim, abrimos os olhos para o que nos rodeia e tornamo-nos de tal modo dependentes da visão que, de olhos fechados, sentimo-nos muitas vezes assustados e perdidos, com medo que a realidade nos escape. Esta circunstância impede-nos a descoberta do que podemos ver com os olhos fechados. Os sentidos são os instrumentos que usamos para interagir com o que nos cerca, a que chamamos realidade. Assim, abrimos os olhos para o que nos rodeia e tornamo-nos de tal modo dependentes da visão que, de olhos fechados, sentimo-nos muitas vezes assustados e perdidos, com medo que a realidade nos escape. Esta circunstância impede-nos a descoberta do que podemos ver com os olhos fechados. Ver com os olhos fechados não significa ver com os pensamentos, que nos podem confundir tanto ou mais que a miríade de observações que os olhos abertos nos trazem. Ver...

Read More
yoga lab

Pratyahara no Yoga e na Vida

Pratyahara, o recolhimento dos sentidos, é uma das 8 etapas definidas por Patañjali no Yoga Sūtra , o texto que explica o que é o Yoga Clássico e que indica o caminho e o objectivo do Yoga. Porque é que pratyahara é importante para a prática de yoga e para a sua vida? A natureza da mente é instável, quer isto dizer, saltita de um pensamento a outro, reagindo a todos os estímulos que os sentidos captam do exterior. E daí? Num ou noutro momento, todas as pessoas passam por situações deste tipo, o que só significa que não são máquinas. Mas o problema surge quando este estado se instala e domina. A consequência imediata da dispersão da atenção é cansaço e confusão, dois ingredientes que conduzem a frustração e à incapacidade de reagir de forma adequada. E assim por diante.... até que a tristeza e a doença, estágios últimos deste processos, tomam conta de nós. Aprender a interiorizar é um...

Read More

Sankalpa

"Através de boas obras um homem torna-se bom. Através das equivocadas, ele torna-se mau" Brihadaranyaka Upanishad A maior parte das resoluções de Ano Novo têm origem em desejos baseados no ego, nos sentidos e nos condicionamentos. Quase sempre falham porque têm como ponto de partida o sentimento de que nos falta algo e que a nossa felicidade depende da aquisição de qualquer coisa que realize os nossos desejos.  (mais…)

Read More

Yoga é fazer o que está certo, tendo em vista o bem comum

Para muita gente a palavra yoga está associada a aulas que envolvem posturas (asanas) e movimento. Contudo, como prática muito antiga, o yoga é muito mais do que uma ginástica que, não raras vezes, é apresentada com atributos de panaceia. Os asanas são apenas um dos oito estágios do yoga, que é uma prática que guia os praticantes na descoberta de uma forma de vida que respeita os indivíduos e todas as formas de vida e que faz a defesa da natureza, considerando que a matéria é uma manifestação de uma Inteligência Universal que regula e harmoniza todo o cosmos. (mais…)

Read More

A Felicidade, os Desejos e o Yoga

Amanhã  começa um Novo Ano. Naturalmente, como acontece em todos os começos, instala-se em nós a vontade de o acolher felizes e o desejo de prolongar essa felicidade por todos os dias que se seguem. Nada mais natural. Porque não somos, então, capazes de concretizar este desejo e deixamos que nos invadam sentimentos de imperfeição, de falha, de falta, de incapacidade, que deitam por terra todas as intenções formuladas? Será lícito pensar-se que isso nos acontece porque em determinada altura abandonamos essa vontade? Será que desistimos de querer ser felizes? Não, não parece que essa seja uma justificação possível. (mais…)

Read More

PAVANAMUKHTASANA, Parte 1: continuação B

Grupo de Exercícios Anti-reumático (continuação B) Nota: Recomece a prática em śavāsana (ver início da sequência) e repita as posturas 1-9 antes de continuar. Contra-indicações: Pessoas com problemas de ciática ou da região sacro-ilíaca não devem fazer estes exercícios se sentirem algum mal-estar ou dor. 10. Ardha Titali Asana (Meia Mariposa) (mais…)

Read More

Compreende a diferença entre exercício físico e yoga?

Um exercício físico consiste num treino onde se desenvolve essencialmente força muscular, podendo também envolver, em maior ou menor extensão, trabalho aeróbico e/ou anaeróbico, alongamento muscular e treino de equilíbrio. Os resultados obtidos são essencialmente a melhoria das funções pulmonar e cardiovascular, com consequente aumento da resistência física. As posturas de yoga (asanas) podem parecer, quando observadas do exterior, semelhantes a um treino físico, mas é um erro estabelecer essa analogia. (mais…)

Read More

Pavanamukhtasana, Parte 1: continuação A

Grupo de Exercícios Anti-reumático (continuação) Nota: Recomece a prática em śavāsana (ver início da sequência) e repita as posturas 1-5 antes de continuar. 6. Janufalak Akarshan (Contracção do joelho) Inspire e contraia os músculos em volta do joelho da perna direita e suba a rótula na direcção da coxa. Retenha a respiração e a contracção durante 5-10 segundos. Expire e relaxe. Repita o movimento 5-10 vezes. Faça o exercício com a perna esquerda. (mais…)

Read More

Trazendo Isvara para a sua vida

“A visão Védica de que tudo o que está aqui é Isvara harmoniza-se muito bem com a Física do Cosmos* que afirma que tudo [o que existe no Universo] é uma manifestação de uma única coisa. De acordo com a Física tudo é constituído por partículas fundamentais que, devido às forças electromagnéticas se associam e formam clusters (cachos). Por último, por efeito da força gravitacional, gera-se o movimento à escala macroscópica; tudo está em movimento. A grande velocidade do movimento [macroscópico] mantém tudo no seu lugar. Deste modo, os físicos explicam que toda a criação [isto é, todo o Universo] é uma manifestação de partículas fundamentais. (...) quando você sonha é o fazedor, um ser inteligente que tem conhecimento para a criação. De facto, o sonho que criou é você mesmo, construído fora da sua própria consciência. No mundo do sonho, você é o fazedor e o material. (mais…)

Read More
Lisboa

Pavanamukhtasana (parte 1)

Introdução Pavan = purificação | Mukta = libertar | Asana = postura Pavanamukhtasana é uma sequência de asanas fundamentais que trabalha movimentos subtis que estimulam e facilitam a circulação de energia através do corpo. Com efeitos profundos sobre a mente e o corpo, esta sequência traz muitos benefícios à manutenção da saúde. Os movimentos simples e fáceis de executar e, ainda assim, muito eficientes para regular aquilo que na Índia se conhece como humores: mucosidades das vias respiratórias (kapha), gases corporais (vatta) e acidez ou bílis (pitta), isto é, os três biotipos (doshas) que definem os diferentes aspectos da personalidade de cada um. De acordo com a Ayurveda, a antiga ciência médica praticada na Índia, os três doshas controlam todas as funções do corpo. Qualquer desequilíbrio no seu funcionamento produz reações negativas no metabolismo e causa algum tipo de sintoma e/ou doença. (mais…)

Read More
pt_PTPortuguês
en_USEnglish pt_PTPortuguês